Prefácio


    Conheci José Sottomayor e Mário Neves quando ainda era menina, num jantar de investigadores ovniológicos. Em conjunto com os meus pais, a investigadora Fina d'Armada e o artista plástico Claro Fângio, analisaram alguns casos de relatos de objectos ou avistamentos que não poderiam ser explicados à luz da ciência da época ou da ciência actual. Confesso que algumas das histórias me impediam de adormecer à noite, mas, com os anos, percebi que a maioria tinha explicação, e, mesmo nos casos em que esta era inexistente, a realidade era menos assustadora do que a ficção que via nos filmes.       
     A estes dois amigos e investigadores sempre conheci grande paixão pelo tema, mas também uma elevada racionalidade na análise dos factos e relatos. Nunca se deixaram enganar por sensacionalismos ou mesmo por títulos ou possível prestígio de quem via os fenómenos.  
     Cada caso era investigado com imparcialidade, corroborando relatos com evidências, através de metodologias científicas.                                           
     Depois dos anos dedicados à temática OVNI, resolveram deixar as suas ideias e conclusões ao público através desta obra, escrita de forma clara e precisa.                      
     Este livro está dividido em três partes. Na primeira abordam-se cientificamente aspectos do nosso Universo, um tema complexo que os autores conseguiram, com arte, simplificar, sem esquecerem os dados ou conceitos.                                                                
     Na segunda parte, trazem-nos vários relatos que são merecedores de um livro por si só. Neste capítulo, podemos seguir os investigadores pela história do planeta, atravessando várias civilizações, continentes, e diferentes épocas. Iremos encontrar em todas, aspectos em comum e alguns factos que continuam por explicar nos dias de hoje…                                       
     E são alguns desses insólitos, que chegam até nós por diferentes formas, incluindo a arte, que vemos analisados na terceira parte desta obra. Os autores abordam também vários mitos da actualidade, assim com alguns embustes.                                                
    Finalmente, expõem as conclusões de décadas de investigação sobre esta temática, cruzando-as com os avanços da ciência actual e as possibilidades para o futuro…
   Todavia, quem melhor do que os autores para explicar o conhecimento que acumularam durante tantos anos, tantas investigações, tantos livros…?             
   No final desta obra, poderão retirar as vossas próprias conclusões sobre se estaremos realmente sozinhos no Cosmos ou simplesmente o co-habitamos.

    Boa leitura
 

    Frederica Claro da Armada 
    Investigadora da Universidade de Lisboa 
    e curiosa sobre o Universo

 

Voltar